Cart 0

Blog

O Blog Pentagrama dirige a atenção de seus leitores para o desenvolvimento da humanidade nesta nova era que se inicia. O pentagrama tem sido através dos tempos, o símbolo do homem renascido, do novo homem. Ele é também o símbolo do Universo e de seu eterno vir-a-ser, por meio do qual o plano de Deus se manifesta. Entretanto, um símbolo somente tem valor quando se torna realidade. O homem que realiza o pentagrama em seu microcosmo, em seu próprio pequeno mundo, está no caminho da transfiguração. O Blog Pentagrama convida o leitor a operar essa revolução espiritual em seu próprio interior.

Os artigos são publicados semanalmente trazendo temas variados sobre artes, ciência, alma e espírito, espírito da época, símbolos, imagens do mundo, destaques e outras notícias.

Imagens do Mundo

Postagem em: 15/02/2018

  http://www.pentagrama.org.br/wp-content/uploads/2018/02/Muralha-Tripla-Arvore-da-Vida.mp3Cubo“O amor está adormecido no centro do seu sere espera que o liberte.Somente você pode dar a si mesmo e aos outroso Amor de que todos nós precisamos.Então já não haverá ‘o outro’e nem ‘você’: haverá apenas o amorque se doa.”Helena Blavatsky Flor da Vida“Ao que vencer, dar-lhe-ei,para comer, da Árvore da Vida,que está no meio do ...

As razões da viagem de Cristiano Rosacruz a Damcar e Fez

Postagem em: 08/02/2018

http://www.pentagrama.org.br/wp-content/uploads/2018/02/As-razões-da-viagem-de-Cristiano-Rosacruz-a-Damcar-e-Fez.mp3 A Idade Média ainda projeta suas sombras. Mas um jovem de dezesseis anos, educado no interior do recinto de um monastério alemão, parte em viagem. Ele se dirige a Damcar, a Fez, a um mundo de grande riqueza em ciência, comércio e diversidade. Lemos na história de Cristiano Rosacruz que um jovem de dezesseis anos, educado ent...

Nachiketa e a arte de morrer

Postagem em: 01/02/2018

http://www.pentagrama.org.br/wp-content/uploads/2018/02/Nachiketa-e-a-arte-de-morrer.mp3 Se há um ponto de separação definitivo, então esse é certamente o momento da morte. Quando somos confrontados com o mistério da morte, nossa existência nos parece repentinamente irreal. Quem sou eu? Para onde esta vida me conduz? Será que tudo é efêmero? Isso é o que se pergunta o jovem Nachiketa nos Upanixades. Sua busca conduz à realidade. Q...

Imagens do Mundo

Postagem em: 25/01/2018

http://www.pentagrama.org.br/wp-content/uploads/2018/01/Pentagrama-24-lados.mp3 Há no mundo uma multiplicidade quase infinita de formas, corpos, forças e fenômenos. O mundo nos mostra todos eles, dissolve-os e apresenta-os novamente, renovados. Consequentemente, o mundo tem de nos apresentar determinadas possibilidades, determinados valores e diferentes forças ao nosso dispor, mas sem que essas possibilidades, forças e valores existam por si...

Mistérios e desafios do nascimento, da vida e da morte. Tornar-se um novo homem – André de Boer

Postagem em: 18/01/2018

http://www.pentagrama.org.br/wp-content/uploads/2018/01/Mistérios-e-desafios-do-nascimento-da-vida-e-da-morte.-Tornar-se-um-novo-homem-–-André-de-Boer.mp3A série de livros de grande sucesso da Biblioteca de Textos Espirituais, editada pela Rozekruis Pers, é baseada em textos espirituais clássicos cuidadosamente selecionados, a respeito dos quais André de Boer dá uma visão clara, principalmente sobre a antiga tradição viva dos rosa-cru...

Observação é introspecção

Postagem em: 11/01/2018

http://www.pentagrama.org.br/wp-content/uploads/2018/01/Observação-é-Introspecção.mp3   Qualquer um que olhe para uma foto parece ver, por assim dizer, com dois pares de olhos: os seus e os do fotógrafo. O fotógrafo revela aos outros o que ele vê: de certa forma, ele guia nosso olhar. Mas o desafio da fotografia vai mais longe, como mostra o trabalho de Hirosh Sugimoto.   Nosso olho filtra todo tipo de detalhes, enquanto o aparelho foto...

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com